segunda-feira, 26 de novembro de 2018

O DESAFIO DE ROMPER LIMITES




Depois de conhecer nossos limites, precisamos vencer muitos deles.
Uma das responsabilidades dos pais é estabelecer limites para os filhos. Durante a infância e adolescência, essa difícil tarefa representa a maior parte do que chamamos educação. Isto é feito por necessidade e até mesmo por medo. Ensinamos, desde cedo, que o filho não deve ir longe, porque os perigos são muitos.


Não há como condenar tais atitudes dos educadores, pois muitas dessas orientações são pertinentes e indispensáveis. Ninguém pode viver sem limites. Entretanto, o que se observa, na idade adulta, é que as pessoas tornaram-se limitadas demais e precisam de estímulos para saírem do lugar.

É como a história daquele elefante de circo que foi amarrado a uma estaca quando era filhote. Puxou, debateu-se, feriu-se, mas não conseguiu se soltar. Finalmente, desistiu de tentar e, mesmo depois de adulto, a pequena estaca continua sendo suficiente para prendê-lo, ainda que a força do animal seja muito maior do que era no princípio. De fato, como disse o domador, ele desconhece sua capacidade. Nisto consiste a essência dos condicionamentos.
(Para continuar lendo clik mais informações)

sexta-feira, 2 de junho de 2017

MISSÕES


QUEM QUER SER UM MISSIONÁRIO? 


Um tema que as vezes tem sido negligenciado por muitos pregadores e educadores cristãos é missões. Infelizmente devido a quantidade de pregadores triunfalistas e exaltadores do homem, a mensagem mais importante a ser pregada e ensinada em nossas igrejas, tem sido deixada de lado dando lugar a mensagens que não despertam o cristão sobre a necessidade de se fazer missões. E quando abordamos o tema vale lembrarmos que missões é o propósito de uma existência. Um açougue trabalha com a venda de carne. A razão de sua existência é o lucro com a venda do produto. Da mesma maneira o cristão quando aceita ao Senhor ele recebe uma missão. A partir desse ponto ele trabalha para realizar essa missão designada por Deus. E qual é a missão do Cristão?

Diz a palavra do Senhor: “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.” Marcos 16:15

A missão delegada ao cristão é anunciar o evangelho a toda a criatura. E quem é comissionado a pregar o evangelho é chamado de missionário, mas o que é um missionário?
(Para continuar lendo clik mais informações)

quarta-feira, 19 de abril de 2017

A EMPATIA NÃO É SIMPATIA



Todos já ouvimos falar da empatia. Em muitos casos, ela é explicada como “a capacidade de se colocar no lugar do outro”. Contudo, isto não costuma funcionar muito bem na prática. Embora seja verdade que às vezes nos colocamos no lugar do outro, na maioria dos casos o fazemos unicamente porque concordamos com a pessoa que temos a nossa frente, isto é, simpatizamos com ela.
A simpatia
Portanto, poderíamos dizer que simpatia supõe CONCORDAR e compartilhar os valores da outra pessoa. Simpatizamos com os amigos e com as pessoas com quem compartilhamos algo na vida e, por isso, pode ser fácil “colocar-se no seu lugar”.

Entretanto, não é tão fácil “se colocar no lugar” daquela pessoa com a qual não temos nada em comum. Este é, precisamente, o ponto fraco desta breve definição de empatia.
O que é a empatia?
A empatia é uma atitude comunicativa que nos permite incluir todas as interações interpessoais, independentemente de quem seja a pessoa que temos à nossa frente, de estarmos ou não de acordo com ela, de simpatizarmos ou não com ela.
(Para continuar lendo clik mais informações)

quinta-feira, 3 de abril de 2014

NO MONTE DO SENHOR SE PROVERÁ



“... Deus proverá para si, meu filho, o cordeiro para o holocausto; e seguiam ambos juntos”
Gn 22.8

A vida com Deus é uma aventura cheia de desafios. Muitas vezes, nessa jornada somos encorajados a esperar contra a esperança. Abraão, o pai da fé, recebe de Deus a mais dura prova de sua vida. Depois de esperar vinte e cinco anos pelo nascimento de Isaque, agora, Deus o ordena a ir ao Monte Moriá para oferecê-lo em sacrifício. Abraão, faz, então, a mais longa e difícil jornada da sua vida.

Três dias silencioso, na companhia de Isaque, o velho patriarca marchava resoluto na direção apontada por Deus para oferecer seu filho, o filho da promessa, o filho da sua velhice, em holocausto ao Senhor. Em suas mãos estavam o fogo e o cutelo. Foi quando Isaque lhe perguntou: “Papai, eis aqui a lenha, o fogo e o cutelo, mas onde está o cordeiro para o sacrifício?” Seu pai respondeu com a linguagem da fé que não vacila: “Deus proverá para si o cordeiro, meu filho”, porque no monte do Senhor se proverá. Deus não queria o sacrifício de Isaque, mas o amor de Abraão.

Quando Abraão se dispôs a obedecer a Deus, o Senhor proveu-lhe um cordeiro substituto. A provisão se dá no monte do Senhor. É quando caminhamos pela estrada da obediência e quando estamos no centro da vontade de Deus é que ele nos abre a porta da providência e se revela a nós como o Jeová Jiré!

Referência para leitura: Gn 22.1-24

Fonte: LPC



segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Honra teu pai e tua mãe...



Honrar pai e mãe é demonstrado através de palavras e ações que surgem de uma atitude interior de estima e respeito pela posição que ocupam.

A palavra grega para honra significa reverenciar, estimar e valorizar. Honrar é dar respeito não apenas pelo mérito, mas pela posição. Por exemplo, algumas pessoas podem não concordar com as decisões de seu presidente, mas ainda devem respeitar sua posição como líder de seu país. Semelhantemente, filhos de todas as idades devem honrar seus pais, quer seus pais “mereçam” ou não.

Deus nos exorta a honrar nosso pai e mãe. Ele tanto valoriza honrar aos pais que incluiu esse princípio nos 10 mandamentos (Êxodo 20:12) e novamente no Novo Testamento: “Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa, para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra” (Efésios 6:1-3)

Fonte:Questions.org

terça-feira, 12 de novembro de 2013

A alegria do Senhor é a nossa força.





“...portanto, não vos entristeçais, 
porque a alegria do Senhor é a vossa força.”
Ne 8:10b


O caminho para a reconstrução dos muros de Jerusalém havia estado repleto de obstáculos. O povo teve que lutar contra rumores, divisões, oposição e fadiga. Eles haviam sentido o forte desejo de desistir da tarefa que tinham pela frente: tiveram a tentação de jogar a toalha. Um situação difícil é mais que propícia ao desânimo, terra fértil para que a ansiedade se instale em nossos corações.

Convicto dessa realidade, o cristão não engana a si mesmo quanto a seus sentimentos. No entanto, sabe que estes devem ser tratados imediatamente para não afetar a vida espiritual. Jesus, como Neemias, sabia que era essencial reavivar a alegria, pois esta é a fortaleza do homem espiritual. Sua agonia no Getsêmani não terminou enquanto ele não se recuperou.

Foi fortalecido “pelo gozo que lhe estava proposto para suportar a cruz” (Hb 12.2). Este tipo de gozo não é um sentimento, senão uma convicção espiritual. As circunstâncias podem ser adversas, porém o gozo chega quando conseguimos tirar os olhos das coisas que se veem e olhamos firmemente na direção das coisas que se não veem (2 Co 4.18).


Senhor, as dificuldades e aflições não podem substituir a alegria da tua presença em meu coração. Transborda-me com o teu gozo. Em nome de Jesus, amém.

Fonte: cada dia

sexta-feira, 12 de abril de 2013

NÃO CONSTRUA MONUMENTOS À DOR



“... Não me chameis Noemi; chamai-me Mara, porque grande amargura me tem dado o Todo-Poderoso.”
Rt 1.20

A família de Noemi morava em Belém, a casa do pão. Mas houve um dia que faltou pão na casa do pão e essa família se mudou para Moabe em busca de sobrevivência. Em Moabe encontraram a morte e não a vida. Ali, Noemi sepultou sua família. Agora, ela está velha, viúva e pobre em terra estranha.
Noemi está de volta à sua terra, pois soube que Deus visitara Belém com pão. Rute, sua nora, devota-lhe admirável afeição e a acompanha. Ao chegarem a Belém, Noemi ergue um monumento à sua dor, trocando de nome. Ela disse às mulheres de Belém: “Não me chameis Noemi; chamai-me Mara, porque grande amargura tem me dado o Todo-Poderoso”. Noemi significa feliz e Mara, amargura.
Noemi, contrariando o significado do seu nome, veste o manto da tristeza e finca no solo de sua terra natal um monumento à desventura. Noemi não sabia, mas na sua dor, Deus estava escrevendo um dos mais belos capítulos da história. Ela veio a se tornar a avó do grande rei Davi e ancestral do Messias. Deus também está trabalhando em sua vida. Confie nele e não construa monumentos à dor. 

Pai querido, dá-me forças para que não sucumba à tentação de permitir que as minhas frustrações me definam. Revigora a minha alma em tempos de aflição. Em nome de Jesus. Amém. 

Fonte: cada dia

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Nesta peleja não tereis que pelejar








Qual o seu problema? Do que você tem medo? Do fim do casamento? Da destruição do seu lar? De não ir para o céu? De perder a vitória? De chegar ao fundo do poço? De perder tudo? De não ouvir a voz de Deus?…

Muitas vezes nos encontramos perdidos, tudo que fazemos com a melhor das intenções parece dar errado, e ainda vira uma grande dor de cabeça, um transtorno. São tantas lutas, tantos problemas, parece que há uma guerra travada contra a sua alma e sua vida que você não tem como se defender, parece que a qualquer momento você vai perecer, vai afundar. Mas hoje eu tenho um palavra especial de Deus para você: “ Nesta Peleja não tereis que pelejar “ ( 2 Crônicas – Cap 20:17 ).

Você confia no Senhor? Acredita que por pior que seja o seu problema ele pode te ajudar? Se você realmente acredita, de coração, você já está com a chave da vitória nas mãos, agora se você uma hora ou outra se sente fraco e com pouca fé, vou lhe mostrar esta história.

Josafá, Rei da tribo de Judá, ficou sabendo que a tribo de Moabe, de Amom e mais uma grande multidão de amonitas havia se juntado para então atacar o seu povo e tomar suas terras, ele foi avisado um pouco antes que essa grande multidão viria para guerrear contra ele. E o que Josafá fez? Se desesperou? Não, ele foi buscar auxílio no único que poderia lhe ajudar, Deus, e orou assim: “Ah! SENHOR, Deus de nossos pais, porventura não és tu Deus nos céus ? Pois tu é dominador sobre todos os reinos das gentes, e na tua mão há força e poder, e não há que possa resistir” ( 2 Crônicas – Cap 20:06 ), e essa oração prosseguiu com humilhação e Jejum, tanto dele quanto de todo seu povo, e sabe o que Deus respondeu a Josafá ? O mesmo que Ele quer dizer para você hoje: “Não Temais, nem vos assusteis por causa dessa grande multidão, pois a peleja não é vossa, senão de Deus.” ( 2 Crônicas – Cap 20:15b ). Josafá ouvindo isso creu, preparou então seu povo para a batalha e sendo sábio e prudente chamou cantores para o SENHOR que fossem louvando o nome de Deus na frente das tropas, porém quando chegaram ao lugar onde havia de ocorrer à batalha encontraram senão uma multidão de corpos mortos e nem uma alma vivente para a peleja; segundo a bíblia toda a tribo de Judá demorou três dias para levar os pertences dos corpos que estavam mortos, devido a grande quantidade de pessoas que havia ali, por fim quando retornaram louvaram ao SENHOR engrandecendo e agradecendo seu Santo Nome.

Mas qual foi o segredo de Josafá?
Josafá reconheceu que só o Senhor podia ajudá-lo, que com as suas próprias forças ele não conseguiria vencer.
Reconheceu que Deus é todo poderoso, se humilhou e Jejuou para então poder ouvir a voz do Senhor.
Acreditou no Senhor e não duvidou do que Ele podia fazer.
Louvou ao Senhor mesmo caminhando para a guerra.
E quando recebeu a vitória engrandeceu novamente o Nome de Deus com louvor e adoração.

E qual é o seu problema? Porque hoje Deus tem uma palavra para você, “Nesta peleja não tereis que pelejar“. Você crê, você é capaz de seguir os mesmos passos de Josafá para poder agarrar a vitória?

Deus está disposto a nos ajudar, mas quer que acreditemos Nele, que nos humilhemos em sua presença, que louvemos o seu Santo Nome, muitas vezes pecamos por estar em uma batalha, espiritual, financeira, familiar, e fazermos de tudo, menos acreditar em Deus e no que Ele pode fazer pela nossa vida, buscamos de toda nossa sabedoria corrigir um problema ou achar uma solução, mas esquecemos que Deus está no controle de tudo, que é Rei dos reis e Senhor dos Senhores, faça como Josafá e você nem precisará lutar para conseguir a vitória. Deus te ama e hoje ele ainda quer falar com você.


Doce Paz Para Você!!

Fonte:voce.com.Deus



sexta-feira, 1 de abril de 2011

A FONTE DA FELICIDADE




“Tu me farás ver os caminhos da vida; na tua presença há plenitude de alegria, na tua destra, delícias perpetuamente.”
Sl 16.11

A felicidade é um anseio legítimo. Nós a buscamos todos os dias da vida. Mas, a felicidade não é um lugar aonde se vai, mas uma maneira como se caminha. O verdadeiro propósito da vida é a felicidade. O fim principal do homem é glorificar a Deus e gozá-lo para sempre. Deus nos criou para a maior de todas as felicidades, a felicidade de amá-lo e desfrutar da sua intimidade. É na presença de Deus que existe plenitude de alegria. É na sua destra que existem delícias perpetuamente.

Muitos buscam a felicidade no dinheiro; outros na fama, no prazer e ainda alguns no sucesso. Mas descobrem que no fim dessa linha só existe uma miragem e não a verdadeira felicidade. A felicidade verdadeira não está no ter, mas no ser. A fonte da felicidade não está nas coisas, mas em Deus; não está na terra, mas no céu. Os encantos deste mundo não podem nos fazer felizes, mas Deus pode, pois ele nos criou, nos chamou pelo nome e somos dele. Quando o conhecemos e o amamos, então, somos verdadeiramente felizes!

ORE


Deus amado, que nada substitua a alegria que tenho no Senhor. Que nem mesmo as perdas e dificuldades de minha caminhada abalem minha satisfação em ti. Em nome de Jesus. Amém.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

DEUS LUTA POR E COM VOCÊ





Genesis 
32

Deus quer transformar Jacó. Deus não abre mão da sua vida. Deus toma a iniciativa. Ele começa a luta. O encontro de Jacó com Deus não pode ser mais adiado. Ter as bênçãos de Deus não é suficiente. Jacó precisava ter uma experiência pessoal e profunda com o próprio Deus. Mas é Deus quem toma a iniciativa. É sempre Deus quem inicia esse processo. É ele quem efetua em nós tanto o querer como o realizar (Fp 2.13). É ele quem nos atrai para si com cordas de amor. Jamais daríamos um passo na direção de Deus se ele mesmo não nos chamasse. Só o amamos, porque ele nos amou primeiro. Só o buscamos, porque primeiro ele nos achou. Só gritamos por ele, porque primeiro ele nos acordou do sono profundo da morte.

Deus não desiste de você. O Senhor está no seu encalço. Ele ama você. Ele tem investido em você. Ele tem abençoado a sua vida. Mas, agora, ele quer o seu coração. Se preciso for, ele vai lutar com você, para conquistar o seu coração, porque ele não pode abrir mão do direito de ter você.

ORE
Amado Pai, tu és o Senhor que predispõe a minha alma a buscar-te. Não tenho para onde ir, senão unicamente aos teus braços. Entrego-te toda minha vida. 
Em nome 
de Jesus. Amém.

PENSE
Deus não abre mão de ter todo o seu coração nas mãos dele.

DEUS ABENÇOE VOCÊ!

Fonte cada dia

welcome

Photobucket