welcome

Photobucket

Seguidores

Caminho difícil, destino glorioso

Neste caminho para a terra prometida existem serpentes. Às vezes, falta água, e o calor é intenso. Mas não estamos sós. O Senhor está conosco. Pode parecer contraditório. Como disse Gideão: "Se o Senhor é conosco, por quê tudo isso nos sobreveio?" (Jz.6). Nem o anjo respondeu. Apenas deu uma ordem: "Vai, Gideão, e livra Israel dos midianitas." Estamos sempre querendo entender a situação. Estamos fazendo tantas perguntas, mas muitas delas não são respondidas por Deus. No céu não tem departamento de informações. "As coisas ocultas pertencem ao Senhor." (Dt.29.29). O Senhor quer que deixemos as perguntas e nos concentremos na missão. "Vai, Gideão, e livra Israel." Você não precisa entender. Precisa obedecer.

O caminho é difícil, mas precisamos continuar caminhando.

Pensemos, por exemplo, na trajetória de José, filho de Jacó. Depois de seus sonhos maravilhosos, precisou encarar uma realidade que mais parecia um pesadelo. Nada parecia se encaixar com as promessas de Deus para ele. Primeiro, a inveja por parte dos irmãos. Depois, escravidão. Como se não bastasse, calúnia e prisão. E lembre-se de que ele era um servo fiel a Deus. José foi acusado de um crime que não cometeu. Ele foi vítima de uma injustiça. E o mais incrível é que Deus não interferiu para livrá-lo daquela situação. A acusação injusta foi mantida e José passou alguns anos na prisão. Podemos perguntar: por quê Deus permitiu essa injustiça na vida de José? Por quê Deus permite que sejamos vítimas de injustiças? Podemos responder apenas: faz parte do caminho. Aquele que comete a injustiça contra nós será penalizado, mas tudo isso contribuirá para alcançarmos o que Deus tem para nós no futuro. Todos os fatos da vida de José acabaram por conduzi-lo à realização dos seus sonhos. Todos aqueles males contribuíram para que José chegasse a se tornar governador do Egito.

Deus tem suas maneiras de fazer as coisas. Não vamos entendê-lo. O que nos cabe é continuarmos em nossa atitude de fidelidade ao Senhor. Ao seu tempo, Deus honrará a cada um de seus filhos. "Não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido." (Gal. 6.9). "E sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus." (Rom.8.28). "Porque, para mim tenho por certo que as aflições deste mundo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada." (Rom.8.18).


Anísio Renato de Andrade – Bacharel em Teologia.

1 comentários:

Ao toque do amor disse...

OI...vem buscar a rosa que o Didi quer te dar.
não deixa ele esperando!!!
bjus

Para você!!!

Photobucket

 
Voltar